Passageiro pede refeição sem glúten em voo e recebe banana

0
121
An All Nippon Airways Co. (ANA) aircraft, top, taxis on the tarmac past other parked ANA aircraft at Haneda Airport in Tokyo, Japan, on Sunday, Oct. 27, 2013. ANA Holdings Inc., the parent company of All Nippon Airways, is scheduled to announce first-half earnings on Oct. 30. Photographer: Kiyoshi Ota/Bloomberg

Refeições de avião podem não ser as melhores do mundo, mas a situação fica ainda mais delicada quando um passageiro tem restrições alimentares.

O inglês Martim Pavelka pediu refeições sem glúten em uma viagem de Tóquio a Londres pela All Nippon Airways. Ele é celíaco, o que significa que tem reações imunológicas ao comer glúten, uma proteína encontrada no trigo, na cevada e no centeio.

Ao pedir um café da manhã especial, ele recebeu apenas uma banana com um adesivo GF, que significa gluten-free, e talheres para comer a fruta, enquanto outros passageiros comiam uma refeição completa, com ovos, salsichas, cogumelos, pão e iogurte.

 

(Martin Pavelka Arquivo Pessoal/Divulgação)

 

De fato, a banana não contém glúten, mas o passageiro disse que a refeição simples não o manteve satisfeito: “é tão extremo, uma banana é suficiente por cerca de 15 minutos, depois você fica com fome de novo”.

“Na minha opinião, acho que eles não entendem o conceito de alergias e refeições alternativas”, disse.

Seu voo tinha duração de nove horas. Na ocasião do jantar, no entanto, ele recebeu uma refeição mais completa, explicou ao Evening Standard.

A companhia aérea japonesa se desculpou pelo incidente e afirmou que irá revisar as opções de cardápio sem glúten, já que na ocasião a banana era o único item que se encaixava nessa descrição.

Ao Evening Standard, a empresa explicou que, durante o café da manhã, todos os passageiros também receberam apenas um lanche e que a refeição completa havia sido servida no jantar.

“A All Nippon Airways se orgulha de providenciar uma experiência exemplar aos consumidores, e para esse passageiro nós não atendemos suas expectativas”, disse um porta-voz ao veículo. “Nós nos desculpamos pessoalmente a ele e, como resultado dessa experiência, estamos revendo nossa política de opções sem glúten e como elas são servidas”, disse.

Advertisements
Advertisements

Comments

comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.