Homem se masturba e ejacula em passageiras durante voo para Brasília

0
238
Um passageiro se masturbou e ejaculou em duas mulheres que viajavam ao seu lado durante um voo que fazia a rota entre Belém e Brasília, na manhã de ontem, 08/12/2017. Após a aeronave pousar no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, as vítimas registraram boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia, situada na Asa Sul, Brasília.
Segundo informações que constam no boletim de ocorrência, o acusado teria cometido a violência enquanto as vítimas dormiam na poltrona ao seu lado. As vítimas teriam acordado 30 minutos após a decolagem suja de sêmen. Também consta que ao chegar a Brasília, o comandante da aeronave, pertencente à Gol, manteve as portas fechadas para impedir a saída do suspeito. Todos ficaram no avião até a chegada da Polícia Federal.
De acordo com a declaração do advogado das vítimas, meia hora após a decolagem uma das vítimas, que estava na poltrona do meio, acordou ao sentir que o homem havia pegado sua mão e colocado sobre o órgão sexual dele. Ela percebeu também que estava molhada na barriga e pernas com o sêmen do agressor. A passageira que viajava na janela também acordou e estava com a perna suja.
As duas vítimas começaram a gritar e pedir socorro. Ao tomarem conhecimento a respeito do ocorrido, vários passageiros se revoltaram e alguns chegaram a tentar agredir o homem. A tripulação transferiu as duas mulheres para assentos no início da aeronave e escoltou, durante o restante do voo, o suspeito.
A tripulação foi avisada do caso e o comandante da aeronave, pertencente à Gol, chegou a solicitar alteração de rota para pousar em Palmas, mas foi orientado para seguir até Brasília porque no aeroporto da capital de Tocantins não havia unidade policial e judiciária para cuidar do caso.
O acusado, em depoimento à polícia, negou as acusações, dizendo que estava sonolento e que começou a tossir e cuspir, acidentalmente, na vítima. Outra passageira que testemunhou o caso chegou a agredi-lo.
O acusado foi autuado por contravenção de importunação ofensiva ao pudor.
Em nota oficial a GOL Linhas Aéreas repudiou o ato e está prestando total assistência as vítimas.
A GOL repudia veementemente qualquer manifestação de violência como a ocorrida na manhã desta sexta-feira, 8 de dezembro, em voo originado em Belém com destino à Brasília. A tripulação agiu imediatamente imobilizando o agressor e, paralelamente, o comandante comunicou a Polícia Federal, seguindo para o aeroporto mais próximo onde haveria uma equipe da polícia esperando para efetuar a prisão.
Neste momento, a prioridade da Companhia é prestar total assistência às vítimas e colaborar com as autoridades. A GOL informa ainda que está tomando todas as medidas cabíveis para buscar formas de banir definitivamente o passageiro de todos os voos da empresa.
Nos mantemos disponíveis em nossa Central de Relacionamento com o Cliente: 0300 115 2121, ou pelo site www.voegol.com.br para qualquer dúvida ou sugestão.
 Fontes: Gabriela Vinhal via Correio Brasiliense e Thiago Baltazar via Marie Claire
Advertisements
Advertisements

Comments

comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.